Sobre o
Núcleo
Inaugurado em 1989, o Núcleo Santa Virgínia foi criado devido às desapropriações das antigas fazendas Ponte Alta e Santa Virgínia, que deu origem ao nome do Núcleo.

Com extensão de 17.500 hectares, sua área compreende as cidades de São Luiz do Paraitinga, Natividade da Serra, Cunha, Ubatuba e Caraguatatuba, na região conhecida como Vale do Paraíba.

Por conta do relevo acidentado, que favorece a formação de cachoeiras, o núcleo é um dos principais pontos turísticos de São Luiz do Paraitinga e Natividade da Serra.

Além disso, parte da maior porção de florestas intactas do Vale do Paraíba permanece protegida dentro dos seus limites.
Serviços
Ecossistêmicos
O Núcleo Santa Virgínia contribui na regulação da qualidade do ar e do clima, na proteção dos morros, encostas e solos, na polinização, no turismo e na capacidade de proporcionar lazer e bem-estar aos visitantes e moradores do entorno.

As florestas protegidas do núcleo ajudam na preservação de mananciais importantes para o abastecimento de água das cidades do Vale do Paraíba e até mesmo do Rio de Janeiro.

Diversos rios pertencentes à Bacia do Rio Paraíba do Sul percorrem a região, como o Rio dos Martins, o Rio Ipiranga, o Ribeirão Grande, o Rio Palmital, o Rio da Anta e o Rio Paraibuna.

Este, juntamente com o rio Paraitinga, dá origem ao rio Paraíba do Sul, cuja bacia abastece cerca de 12 milhões de pessoas entre São Paulo e Rio de Janeiro, além de fornecer água para 86% da população do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense.
Equipe Equipe do Núcleo

Equipe de Funcionários do Núcleo Sta Virginia


Como
Chegar

Tenha on e off-line informações sobre os núcleos.
  • Como chegar
  • Contatos
  • Atividades

Informe
ao visitante
  • A Unidade de Conservação é isenta de taxa de ingresso
  • A hospedaria é de uso exclusivo de pesquisadores previamente cadastrados no COTEC - IF, o valor da taxa de hospedagem é de R$ 19,00, segundo a Portaria Normativa FF n° 222/2015
  • Traga seu lanche, não temos restaurantes ou cantinas
  • Não alimente nem maltrate animais e plantas
  • Não leve nada do parque para casa, além de fotos, é claro!
  • Leve um bom repelente
  • Leve materiais de primeiros socorros, você poderá precisar
  • Nunca faça um percurso sozinho, você pode não ter como pedir ajuda. Lembre-se: é possível contratar guias especializados. Todas as trilhas são acompanhadas por monitores ambientais da unidade
  • Realizar o agendamento prévio da visita
  • Evite fumar quando estiver na natureza, cigarros podem causar incêndios. Fume em lugar fixo e depois apague o cigarro e deposite nas lixeiras
  • Não faça fogueiras, isso pode causar incêndios. Infratores serão punidos com multa
  • Use um bom tênis ou uma bota para caminhada
  • Não use sabonetes ou shampoos nas cachoeiras, lagos e rios, eles poluem e causam danos aos peixes
  • Leve alimentos práticos, leves e saudáveis, e lembre-se traga seu lixo de volta
  • Nunca pule em águas desconhecidas. Evite riscos desnecessários
  • Fique atento as condições climáticas. Chuvas podem causar trombas d’água e inundações. Secas podem causar falta d’água
Agende aqui
Infraestrutura